Como o Whey Protein age em nosso corpo?

3 minutos para ler

O whey protein é muito conhecido por quem quer ganhar músculo, porém, esse público nao é o único a ser beneficiado. Feito basicamente de soro do leite extraído durante o processo de fabricação do queijo, o whey protein possui valor nutricional elevado, contendo alto teor de aminoácidos essenciais (especialmente os de cadeia ramificada), de cálcio e de peptídeos bioativos do soro. Neste artigo, vamos apresentar melhor o whey protein, mostrando seus tipos e como ele pode beneficiar o usuário.

O que é o Whey Protein?

As proteínas do soro do leite apresentam uma estrutura globular, contendo algumas pontes de dissulfeto que conferem um certo grau de estabilidade estrutural. As frações, ou peptídeos do soro, são constituídas principalmente por beta-lactoglobulina (BLG) e alfa-lactoalbumina (ALA). Essas frações podem variar em tamanho, peso molecular e função, fornecendo as proteínas do soro características especiais. O Whey possui também aminoácidos essenciais, que são rapidamente absorvidos pelo corpo, substâncias que e participam de forma ativa na construção de músculos e tecidos. Presentes em todos os tipos de leite, a proteína do leite bovino contém cerca de 80% de caseína e 20% de proteínas do soro.

Quem se beneficia do Whey Protein?

Atletas, praticantes de atividades físicas, pessoas fisicamente ativas e até mesmo portadores de doenças vêm procurando os benefícios do whey protein nessa fonte protéica. Evidências recentes sustentam a teoria de que as proteínas do leite, incluindo as proteínas do soro, além de seu alto valor biológico, possuem peptídeos bioativos que atuam como agentes antimicrobianos, anti-hipertensivos, reguladores da função imune, assim como fatores de crescimento.

Já está suficientemente comprovado que a manutenção ou o ganho de massa muscular esquelética, principalmente em pessoas idosas, contribui para uma melhor qualidade e prolongamento da vida. Exercícios físicos, principalmente os resistidos com pesos, são de extrema importância para impedir a atrofia e favorecer o processo de hipertrofia muscular. Ou seja, todos podem se beneficiar do whey protein, desde que seu uso seja feito com acompanhamento profissional.

Tipos de Whey Protein:

Existem tipos diferentes de whey protein e você pode conferir os tipos abaixo:

Concentrado

O whey protein concentrado é aquele obtido na primeira etapa de produção e, geralmente, contém entre 70% e 80% de proteínas. Em geral, contém lactose e gordura e é mais saboroso.

Isolado

Obtém-se whey protein isolado quando outras etapas de purificação são acrescidas ao processo. Esse tipo possui cerca de 90% de proteínas ou mais. Por consequência, contém menos lactose, gordura e minerais.

Hidrolisado

O whey protein isolado sofre processo de hidrólise; ou seja, ocorre a quebra da proteína em fragmentos menores, o que facilita a digestão e absorção.

O uso do whey protein tem crescido ao longo dos anos, principalmente pelo aumento do estilo de vida saudável, com prática de exercícios para o ganho de massa muscular. Existem diversos produtos no mercado, nos mais variados preços. Portanto, ao se decidir pelo uso do whey protein, não deixe de discutir sua aplicação junto a um nutricionista. Nenhuma suplementação deve ser feita sem o acompanhamento profissional adequado.

Você também pode gostar